domingo, 4 de dezembro de 2011

Feliz Natal!

A “Árvore de Natal”, conhecida em algumas regiões da Europa como “Árvore de Cristo”, desempenha papel importante na data comemorativa do nascimento de Jesus e representa agradecimento por sua vinda.

 Entre as versões sobre sua procedência, a maioria delas indicando a Alemanha como país de origem, a mais aceita atribui a novidade ao padre Martinho Lutero (1483-1546), autor da reforma protestante do século XVI. Ele montou um pinheiro enfeitado com velas em sua casa.

Queria, assim, mostrar às crianças como deveria ser o céu na noite do nascimento de Cristo. Os relatos de meados do século XVII, provenientes da Alsácia (França), são de que florescimentos de árvores no dia do nascimento Jesus, levaram os cristãos da antiga Europa a ornamentar suas casas com pinheiros no dia do Natal, única árvore que, nas imensidões da neve, permanece verde.

 O costume de preparar este complemento do presépio foi passando de vizinhança em vizinhança, alcançando hoje até países onde a neve é um fenômeno desconhecido.

Na Roma antiga, os romanos penduravam máscaras de Baco em pinheiros para comemorar a "Saturnália", uma festa que coincidia com o nosso Natal.
(Fonte:  Ed. Cia. das Letras)

Nenhum comentário:

Postar um comentário